VOCÊ ESTÁ AQUI: INÍCIO / Ser / Festas e Feiras Tradicionais / Festa do Vinho

Festa do Vinho



A Festa do Vinho propõe todos os anos uma viagem ao mundo dos vinhos, proporcionando o conhecimento e a descoberta das características dos néctares representados neste certame por um vasto leque de expositores.
 
É o ponto de encontro entre produtores e apreciadores do vinho, mas também lugar onde convivem a gastronomia regional, a animação musical, os concursos ou a corrida de touros.
 
O vinho assume uma longa tradição no concelho do Cartaxo, representando um dos principais alicerces de progresso e de desenvolvimento local, como prova a própria carta Foral de D. Dinis, isentando o pagamento de impostos a todos os agricultores que plantassem vinhas nos cinco anos seguintes ao aforamento.
 
Para valorizar a notoriedade dos vinhos locais e consolidar a identidade do concelho associada à vitivinicultura, a Câmara Municipal criou em 1988 a primeira Festa do Vinho. Desde então, este certame tem sido um acontecimento dinamizador e promotor da atividade económica local, em especial associada à temática vitivinícola.
 
É um certame que contribui de forma significativa para a preservação da identidade histórica e cultural do concelho, mas também para a promoção dos vinhos locais, produzidos cada vez mais sob o signo da qualidade.
 
As condições históricas locais, desde sempre ligadas à vitivinicultura, unem-se a outras sinergias e, no seu conjunto, convergem para a valorização das tradições rurais e da produção de néctares de qualidade.
 
Apresentação de novos vinhos, provas guiadas, seminários, concursos de vinhos e gastronomia fazem da Festa do Vinho um certame marcante da “Capital do Vinho”, no primeiro fim-de-semana do mês de maio.
 
RESENHA HISTÓRICA
 
Durante muito tempo, a cultura da vinha foi uma das atividades que mais contribuía financeiramente para o rendimento da terra, sendo por isso motivo de orgulho e de festejos ocasionais.
 
A presença do vinho chegou a ter uma determinada influência por ocasião de eleições, em que nas campanhas as grandes casas agrícolas davam a provar os seus vinhos no Largo Vasco da Gama. Os produtores apresentavam cartolas com o seu vinho, dispondo de uma celha com água para as lavagens dos copos ou púcaros. O vinho era de graça e os grandes provadores aproveitavam a oportunidade para discutir as qualidades dos diferentes néctares.
 
Além dos concursos dirigidos pela Junta Nacional do Vinho, nos quais participavam produtores locais, a criação do Museu Rural e do Vinho do Concelho do Cartaxo, em 1984, motivou o lançamento de um concurso local, para premiar o melhor vinho da colheita, que começou a dar grande desenvolvimento à qualidade do vinho.
 
Foi no seguimento destas dinâmicas que surgiu em 1988 a primeira Festa do Vinho, que conquistou, logo nas primeiras edições, um público considerável, representando um importante ponto de encontro entre os produtores de vinho da região. Todos os anos, associam-se a vertente vitivinícola, a gastronomia tradicional e a animação musical.
 
Para valorizar a notoriedade dos vinhos locais e consolidar a identidade do concelho associada à vitivinicultura, foi criado em 2002 o projeto “Cartaxo – Capital do Vinho”. Associado não só à promoção do vinho, mas também à tradição, turismo, atividade económica e emprego, este projeto pretende ser uma marca onde o vinho assume a ligação entre a tradição e a modernidade.