VOCÊ ESTÁ AQUI: INÍCIO / informação / Notícias / Segunda fase de testes

Segunda fase de testes

Trabalhadores de instituições com Lar de Idosos, continuam a ser testados. No concelho já foram testadas 261 pessoas de dez instituições.


Os testes a trabalhadores de instituições com valência de Lar de Idosos, sediadas no concelho do Cartaxo, continuam a decorrer – neste sábado, dia 9 de maio, serão testadas 109 pessoas.
No centro de testagem instalado no Pavilhão Municipal de Exposições do Cartaxo, estão a ser testados trabalhadores de seis Estruturas Residenciais para Idosos (ERPI)  – Casa da Fidalguia, Quinta de Santana, Solbento, Casa de Repouso Bela Vista, Casa de Santa Cruz, da Santa Casa da Misericórdia do Cartaxo, Idade Tranquila e Lar Casa da Minha Mãe.
 
Os testes que se iniciaram esta manhã, dia 9 de maio, no Pavilhão Municipal de Exposições do Cartaxo, constituem a segunda fase de testagem no concelho a trabalhadores e trabalhadoras das ERPI e decorrem da ação que as 11 Câmaras Municipais que compõem a Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIMLT) estão a efetuar nos respetivos concelhos, e que preveem a realização de mais de 2.000 testes. Com os testes efetuados hoje, serão já 261 trabalhadores testados no prazo de uma semana.

A Câmara Municipal do Cartaxo, responsável pela operacionalização desta ação, instalou o centro de testagem no Pavilhão Municipal de Exposições para garantir que “apesar das condições meteorológicas de hoje, a maioria dos testes podem ser realizados com as pessoas dentro dos seus próprios carros, reduzindo o tempo de testagem e permitindo que nesta segunda fase de testes, voltemos a conseguir testar mais de cem pessoas numa manhã”, explicou Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal.

Nesta segunda semana de testes no concelho, o autarca voltou a destacar o trabalho que a equipa multidisciplinar de avaliação das ERPI – “a equipa multidisciplinar está a efetuar visitas de avaliação a todas as instituições do concelho com valência de Lar de Idosos. São avaliadas as medidas adotadas, os equipamentos de proteção pessoal disponíveis e os processos estabelecidos para a sua utilização, para além da capacidade de execução dos planos de contingência”.

A equipa multidisciplinar de avaliação das ERPI, efetuada antes de validação para testagem, é constituída por técnicas da Câmara Municipal, pelo Serviço Municipal de Proteção Civil, pelos Bombeiros Municipais, e ainda pela segurança social, autoridade de saúde local e forças de segurança.

A recolha das amostras é efetuada por equipas de enfermeiros das Unidades de Cuidados Continuados (UCC) do ACES Lezíria. Estas amostras serão entregues, pelo Serviço Municipal de Proteção Civil do Cartaxo, na Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, no mesmo dia da testagem.