VOCÊ ESTÁ AQUI: INÍCIO / informação / Notícias / Pavilhão Gimnodesportivo da Escola EB 2,3 de Pontével

Pavilhão Gimnodesportivo da Escola EB 2,3 de Pontével

Obra prevê investimento total superior a 90 mil euros.

  
Da decisão de contratar, proferida por despacho do Presidente da Câmara no final de 2018, vai resultar um investimento total superior a 90 mil euros para “devolver àquele espaço a dignidade que perdeu depois de 20 anos sem qualquer manutenção, e criar melhores condições para a prática desportiva dos nossos alunos, técnicos e professores”, referiu o autarca.

 
  
O procedimento de contratação necessário à adjudicação das obras de reparação do Pavilhão Gimnodesportivo da Escola EB 2,3 de Pontével, entrou esta semana em fase final, com a minuta do contrato já aprovada.

Pedro Magalhães Ribeiro explicou que “encontrámos o Pavilhão Gimnodesportivo de Pontével com enormes problemas. A sua maioria por falta de manutenção “.  Para o autarca, o investimento que ultrapassa os 90 mil euros, “devolverá a dignidade a uma infraestrutura que não era intervencionada há 20 anos, que já serviu milhares de crianças e jovens e que continuará a ter um papel essencial no novo Centro Escolar de Pontével, cujas obras também estão em execução”. 

As obras “são intervenções de fundo, estruturais, com um prazo de execução de 90 dias”, período durante o qual, a cobertura do pavilhão e a cobertura em fibrocimento dos balneários de apoio ao pavilhão serão integralmente substituídas. As caleiras, algerozes e tubos de queda que compõem o sistema de drenagem das águas pluviais, também serão substituídos, a laje de cobertura será isolada com a aplicação de novas telas asfálticas, será reparado o revestimento das paredes exteriores e tanto as paredes exteriores, como as interiores, serão integralmente pintadas,  para além de outras intervenções de menor dimensão, que contribuirão para devolver ao Pavilhão a sua integridade, reparando os danos causados por múltiplos anos de infiltrações e criando condições para que estas não voltem a ocorrer.
 
O presidente da Câmara Municipal explicou que “a Escola EB 2,3 de Pontével, precisa de mais. Os nossos serviços têm elencadas todas as intervenções necessárias, quer nos espaços comuns, quer nas salas de aulas, quer nos espaços de apoio à atividade letiva”. A disponibilidade financeira da autarquia “é conhecida quer da direção do agrupamento, quer da associação de pais, a quem muito devemos em apoio e capacidade de nos ajudar a encontrar soluções para que o edifício volte a estar ao nível do trabalho de excelência que tantos profissionais nele desenvolvem, apesar das dificuldades que enfrentam”.