VOCÊ ESTÁ AQUI: INÍCIO / informação / Notícias / Mulheres na Política

Mulheres na Política

O Salão das Artes acolheu a apresentação do livro Mulheres na Política, de Alberta Marques Fernandes, que a autora aceitou trazer ao Cartaxo no âmbito da rubrica – Conversas com Livros Dentro, da Biblioteca Municipal Marcelino Mesquita.


​​

A Câmara Municipal convidou e Alberta Marques Fernandes aceitou estar na Biblioteca Municipal Marcelino Mesquita para apresentar o seu último livro. Uma apresentação que cedo se transformou em conversa entre a autora e os que enfrentaram a tarde chuvosa e fria de sábado, dia 7 de abril, para saber mais sobre Mulheres na Política – Retratos na Primeira Pessoa e ouvir a conhecida jornalista descrever o processo de construção do livro.

Alberta Marques Fernandes apresentou mais do que o livro, deu a conhecer as sete mulheres que lhe dão corpo, contando as suas histórias pessoais e profissionais, “os sonhos e os desafios que enfrentam”, num universo que é ainda maioritariamente masculino. 

Os Retratos na Primeira Pessoa de Assunção Cristas, Catarina Martins, Cecília Meireles, Isabel Moreira, Mariana Mortágua, Rita Rato e Teresa Leal Coelho que a jornalista escreveu, dão conta das origens tanto familiares como sociais e culturais de cada uma, mostram o seu percurso nos partidos a que pertencem, as suas motivações pessoais e políticas, as dificuldades que enfrentam e as conquistas que têm acumulado não só para si próprias, mas também para o debate sobre igualdade de género e a transformação do papel da mulher na sociedade.

A força do livro e das mulheres que retrata, para a reflexão sobre igualdade de género, ficou clara no debate que se seguiu à sua apresentação. A partir da partilha de experiências e opiniões, o público e a autora refletiram sobre políticas públicas para a igualdade de género, debateram o feminismo enquanto movimento de defesa de direitos humanos e discutiram a importância da diversidade e da representatividade política não só de mulheres, mas também de jovens e de grupos minoritários, para a mudança de políticas públicas e modelos culturais.
​​​​